20/08/2014

As mortes mais estranhas no rock que você talvez não sabia


No rock n´roll o que não falta são histórias estranhas, e como não poderia ser diferente, mortes estranhas também. Enquanto alguns chegaram ao limite do corpo usando os mais variados tipos de drogas, outros simplesmente estavam no lugar e hora errados.

O site Ultimate Classic Rock listou algumas das mortes mais bizarras no rock, com exceção das já conhecidas pela maioria.

Samong "Avaejee" Traisattha 
Causa da morte: Não era satanista 

Samong "Avaejee" Traisattha é a mais recente morte estranha no rock. O vocalista da banda de black metal, Surrender of Divinity, foi esfaqueado até a morte em sua casa no dia 8 de janeiro de 2014. O músico tailandês foi descoberto por sua esposa, que havia acabado de colocar o filho do casal na cama. De acordo com a mulher do vocalista, um fã chamado Prakam Harnphanbusakorn, foi à casa do músico para estampar camisetas e tomar uma bebida. Quando ela retornou a sala, encontrou o marido morto. Momentos depois um usuário do Facebook assumiu o crédito pela morte postando uma foto do corpo de Samong com uma descrição detalhada do assassinato. Na confissão, os fãs alegaram que cometeram o crime porque o músico tocava black metal mas não um verdadeiro satanista.

Stiv Bators 
Causa da morte: Atropelado por taxi 


Stiv Bators encontrou a morte no dia de 3 junho de 1990, quando foi atropelado por um taxi enquanto atravessava a rua em Paris. Mais conhecido por ter tocado com os Dead Boys, o músico foi levado para o hospital após o acidente, mas deixou o local antes de receber qualquer tratamento. O rockeiro alegava estar bem, mas acabou morrendo enquanto dormia na mesma noite. A namorada de Bators revelou que jogou um pouco de suas cinzas em cima do túmulo de Jim Morrison, em Paris. O restante ela guardou com a intenção de cheirar, em uma tentativa de ficar mais próxima do músico.

Per "Dead" Ohlin e Euronymous 
Causa das mortes: suicídio seguido de assassinato 


O vocalista do Mayhem, conhecido como Dead, cometeu suicídio no dia 8 de abril de 1991, mas não antes de ter arrumado vários conflitos com o guitarrista Euronymous, que supostamente teria encorajado as tendências suicidas de Dead enviando-lhe cartuchos de espingarda para que tirasse a própria vida. Dois anos mais tarde, em 10 de agosto de 1993, Euronymous foi assassinado pelo companheiro de banda, Varg Vikernes. De acordo com Vikernes, ele descobriu um plano de Euronymous que consistia em marcar uma falsa reunião sobre um contrato, para tortura-lo até a morte. Quando Vikernes o confrontou a respeito, os dois entraram em luta corporal e acabou com Euronymous esfaqueado múltiplas vezes.

Johnny Thunders
Causa da morte: Drogas com leucemia 


O guitarrista do New York Dolls, Jonnhy Thunders morreu no dia 23 de abril de 1991. Apesar de muitos rumores circularem ao redor da morte de Thunders, foi confirmado que ela teve relação com drogas. Thunders estava morando em New Orleans quando seu corpo foi descoberto. O apartamento aparentemente teria sido saqueado e alguns dos pertences de Thunders sumiram. O corpo do músico estava debaixo de uma mesa de café em um estado não natural. Uma testemunha revelou que Thunders estava curvado em formato de U. A autopsia concluiu algum nível de drogas no sistema do músico, mas não o suficiente para ser fatal. O exame também constatou que ele sofria de uma estado avançado de leucemia.


Les Harvey 
Causa da morte: Eletrocutado em pleno palco 


O guitarrista da banda Stone the Crows, dos anos 70, morreu no palco em frente a mais de mil fãs em 3 de maio de 1972. Ele foi eletrocutado enquanto tocava no show. O grupo que era gerenciado por Peter Grant estava prestes a se tornar um dos grandes nomes do rock n´roll quando a tragédia aconteceu, supostamente por conta de um microfone mal aterrado. Harvey se junta ao grupo de rockeiros que morreram aos 27 anos. A banda se separou pouco tempo depois.

Steve Peregrin Took 
Causa da morte: Asfixiado com uma cereja 


Nascido Stephen Ross Porter, pegou emprestado seu nome artístico de um personagem do livro "O Hobbit", o multi-instrumentalista se juntou a Marc Bolan e formou a dupla Tyrannosaurus Rex. Em 1969, Took estava no auge de seu vício em drogas e acabou demitido. Ele acabou participando de diversas bandas mas nunca chegou a alcançar o sucesso que Bolan conseguiu sem ele. Took morreu em 27 de outubro de 1980 após ter se asfixiado com um coquetel de cereja. Apesar de Took e a namorada terem ingerido morfina e alucinógenos na noite anterior, as autoridades confirmaram que as substâncias em nada contribuíram para sua morte.

Sandy Denny 
Causa da morte: Caiu da escada 

Sandy Denny possuiu umas das mais belas e puras vozes de sua geração. Os fãs do rock n´roll clássico conhecem Sandy por seu inesquecível dueto com Robert Plant em "The Battle of Evermore", o que a tornou a única vocalista convidada a aparecer em um álbum do Led Zeppelin. Denny morreu em 21 de abril de 1978, semanas após cair de um lance de escadas e bater a cabeça no concreto. Seu marido havia saído de casa com a filha do casal devido ao vício de Denny em drogas. 

Terry Kath 
Causa da morte: Brincadeira com armas 

Terry Kath foi o membro fundador e vocalista do Chicago. Ele também tocava banjo, acordeão, baixo e bateria. Kath tinha um histórico de problemas com bebida e drogas. Ele morreu em uma festa no dia 23 de janeiro de 1978, após pegar um revolver 38 descarregado, como brincadeira e colocar na sua cabeça puxando o gatilho. Ainda apenas fazendo graça, Kath fez o mesmo com uma pistola semiautomática 9 milímetros, que infelizmente estava carregada. Ele morreu instantaneamente. 

Fonte: Cifras

Um comentário:

  1. Grandes músicos esquecidos pela maioria.. ;$. Muito trágico isso

    ResponderExcluir