25/11/2015

Conheça a teoria bizarra que revela a “verdade” sobre As Meninas Super Poderosas

girl

Açúcar, tempero e tudo o que há de bom foram os ingredientes escolhidos para criar as meninas perfeitas. Pelo menos era o que se pensava até fãs do desenho animado criarem uma teoria macabra que revela algo possivelmente escondido na criação das garotas. E olha que nem estamos falando do elemento “x”, hein.

Se você assistia As Meninas Super Poderosas quando era criança, provavelmente nunca vai observá-las com os mesmos olhos depois dessa possível revelação. Isso porque a animação não se trataria de algo simples e inocente, seria na verdade um mundo criado por uma garotinha com problemas mentais.

Você deve estar se perguntando em que evidências essa teoria foi baseada, já que aparentemente ela não tem nenhuma relação com a história em si, isso é o que vamos mostrar a seguir.

Múltiplas Personalidades
per

A teoria afirma que as três meninas seriam na verdade personalidades múltiplas de uma garota só. Após sofrer abusos frequentes do irmão mais velho, a menina acabou desenvolvendo um grande stress pós-traumático que desencadeou um transtorno de múltiplas personalidades, além de tirá-la completamente da realidade.

Dessa maneira, a Docinho seria na verdade a personalidade mais problemática da garota, que apesar de parecer muito decidida é bastante insegura. Docinho tenta afastar todos a sua volta com a sua agressividade, uma reação de defesa para se proteger depois dos abusos sofridos.

Já a Lindinha seria a personalidade mais gentil e sensível da menina, que tenta agradar a todos e raramente se opõe a algo. Essa seria a verdadeira maneira de agir dela, antes de passar pelos traumas.

Por fim, a Florzinha seria a personalidade que mais se manifesta na garota, mesmo não sendo a personalidade original. Florzinha tenta ser madura e superar os abusos que sofreu, por isso sempre tentar resolver os seus problemas de maneira lógica e pacífica.

Esquizofrenia 
profe

Além de sofrer de múltiplas personalidades, a garota também fugiria frequentemente da realidade em crises esquizofrênicas, que faziam com que ela visse coisas irreais ou destorcesse a realidade. O Professor Utonium seria na verdade o verdadeiro pai da menina, um executivo que trabalha muito e que não tinha tempo para a família.

Por isso no desenho ele vive em função de Lindinha, Florzinha e Docinho. No mundo perfeito criado pela garotinha, o pai estava sempre presente. A mãe das meninas, e consequentemente da garota, não existiria na história porque ela seria ainda mais ausente que o pai.

sd

Ao mesmo tempo em que Seduza, uma das vilãs da animação, representaria a amante do pai, que visitava a casa da família frequentemente. Já o macaco louca seria o irmão e agressor da menina. Isso porque ele também foi criado pelo Professor, antes das Meninas Superpoderosas.

No entanto, após o surgimento delas, ele acabou perdendo espaço e teve sua rotina alterada, se enciumando e se transformando no grande vilão da história. Na animação as meninas lutam e enfrentam o vilão todos os dias, porque a garota teria que se defender do irmão diariamente também.

Terapeuta
ele

Outra figura bastante emblemática do desenho animado também seria uma alegoria da realidade da garotinha. O personagem Ele era na verdade o seu terapeuta. Como ele fazia com que a garota falasse sobre os seus traumas e medos, ela o temia e achava que lhe faria mal.

Por isso ele é representado como uma figura demoníaca e a sua voz parece fazer eco no ambiente, ecoando diretamente no subconsciente dela. Além disso, já reparou que o personagem aparece várias vezes deitado em algo que parece um divã? Mais um indício que o associa à psicoterapia.

Fonte: Fatos Desconhecidos 

2 comentários:

  1. nooossa mto massa essa historia .. gostei!!!

    ResponderExcluir
  2. interessante a historia mas se encontra fora de cogitação, pois os desenhos foram desenvolvidos por homens. Craig McCracken & Genndy Tartakovsky

    ResponderExcluir