Suicidios

[Suicidas][bleft]

Torturas

[Tortura][grids]

5 cidades consideradas satânicas

Resultado de imagem para 5 cidades consideradas satânicas

1. Turim
É nessa cidade italiana que se encontra o sagrado manto Santo Sudário, que, na crença católica, serviu como mortalha para o corpo de Jesus Cristo após a crucificação. Porém, nem tudo por lá lembra o ícone da bondade cristã: Turim também é o lar de uma das mais prósperas comunidades satânicas de toda a Europa!
“Prelúdio Para Matar”, do cineasta italiano Dario Argento, foi filmado por lá, nos anos 70, justamente por conta dessa reputação curiosa. Na década seguinte, foi a vez de a Igreja Católica aumentar ainda mais o imaginário popular ao transferir seis padres exorcistas para Turim.
A fama vem de muito atrás e diz que a cidade forma um triângulo mágico com Londres e São Francisco propenso à prática de magia negra. Além disso, alguns monumentos da cidade também incluem símbolos considerados satânicos, como pentagramas e demônios. Na Itália, muita gente ainda leva a sério essa história de cultos demoníacos.

2. Bolsover

Bolsover parece uma daquelas pacatas cidadezinhas do interior da Inglaterra, mas chamou a atenção durante o censo 2011 por se tornar o reduto satânico do país. Isso aconteceu porque 17 pessoas, ou 0,2% dos 70 mil habitantes, se autodeclararam seguidoras do satanismo!
A Igreja de Satanás – sim, ela existe – foi rápida ao se pronunciar que os supostos satanistas de Bolsover estariam mentindo sobre seu posicionamento religioso. Os responsáveis por essa igreja disseram que não existe nenhum membro realmente satanista.

3. Victoria

Durante os anos 80, um boom de culto ao satanismo aconteceu em várias partes do mundo. No Canadá, isso aconteceu principalmente após a publicação do livro “Michelle Remembers”, ou “Lembranças de Michelle”, em que a autora, com a ajuda de seu psiquiatra, relata os abusos sexuais que ela e outras crianças sofreram na infância.
Michelle Smith apontou que os crimes eram cometidos por adoradores do diabo e que boa parte da população de Victoria estaria envolvida nesses rituais – inclusive sua própria mãe! Essas pessoas estariam trabalhando em escolas e creches, com fácil acesso a qualquer criança. Ainda que possa ser apenas fruto da sua imaginação, a polêmica se alastrou e até hoje é lembrada na cidade.

4. Lalish

A perseguição religiosa no Oriente Médio é bastante conhecida, mas a comunidade curda Yazidi, do norte do Iraque, sofre com acusações de ser adoradora do tinhoso. Recentemente, até mesmo o Estado Islâmico “comprou” essa teoria e transformou a cidade em um de seus alvos.
A história é antiga e começou quando os yazidis passaram a adorar Melek Taus, que pode ser traduzido como o Deus Pavão. Porém, tanto cristãos quanto muçulmanos acreditam que essa seja uma representação de Satanás! Isso se propagou ainda mais quando o escritor William Seabrook descreveu Lalish, em 1927, como uma das “sete torres do satanismo”. Até mesmo o cultuado HP Lovecraft chamou os yazidis de “adoradores persas do diabo”.

5. Fort Thomas

Algumas cidades nos EUA, como São Francisco e Amityville, são chamadas de satânicas, mas pouco se fala de Fort Thomas, no estado do Kentucky. Por lá, em 1896, o corpo decapitado de uma grávida causou grande comoção na virada do século passado.
Dois assassinos foram presos e deram detalhes de como cometeram o crime. Eles foram acusados de satanismo por terem torturado a vítima antes da decapitação e por jurarem que nunca revelariam o que fizeram com sua cabeça. Até hoje, acredita-se que os fantasmas deles e da grávida assassinada perambulam pela cidade assustando a população.
Fonte: Mega Curioso

Relatos

[Relatos]twocolumns]