13/04/2016

Pablo Escobar: 18 fatos insanos sobre um dos maiores nomes do narcotráfico

Resultado de imagem para pablo escobar

Pablo Emilio Escobar Gaviria (Rionegro, 1 de dezembro de 1949 – Medellín, 2 de dezembro de 1993) conquistou fama mundial como o senhor da droga colombiano, tornando-se um dos homens mais ricos do mundo graças ao tráfico de cocaína nos Estados Unidos e outros países. Membros dos governos norte-americano e colombiano, repórteres de jornais e o público em geral o consideram o mais brutal, impiedoso, ambicioso e poderoso traficante da história. Conheça agora 18 fatos insanos sobre um dos maiores nomes do narcotráfico

1 – Pablo Escobar nasceu na cidade de Envigado, Antioquia, na Colômbia, em 1949, e era filho de um agricultor e de uma professora primária — que nada tinham a ver com o consumo ou o tráfico de substâncias ilegais;
2 – Escobar começou a carreira criminosa na adolescência vendendo cigarros e bilhetes de loteria falsificados. Na década de 70, já na casa dos 20 anos, ele se tornou ladrão de carros e sequestrador, até que, em determinado momento se envolveu com o narcotráfico;
3 – O cartel de Escobar contrabandeava 15 toneladas de cocaína por dia aos Estados Unidos — o equivalente ao peso de dois elefantes africanos em drogas;
4 – Pablo Escobar se tornou tão influente que, no ápice de sua carreira como narcotraficante, era responsável por 80% de toda a cocaína que entrava ilegalmente nos EUA;
5 – Um dos métodos utilizados para contrabandear cocaína era esconder a droga nos pneus de aviões — e o narcotraficante chegava a pagar até US$ 500 mil por viagem aos pilotos que trabalhavam para ele. Os carregamentos também eram levados por meio de dois submarinos a serviço do cartel;
6 – Estima-se que o cartel de Escobar movimentava por volta de US$ 1 milhão ao dia com seus revendedores;
7 – Com uma fortuna avaliada em mais de US$ 25 bilhões, a Forbes listou Escobar como o sétimo homem mais rico do planeta em 1989;
8 O cartel de Medellín gastava cerca de US$ 2,5 mil por mês em elásticos para prender rolos de dinheiro;
9 – E isso que ele perdia cerca de US$ 2 bilhões por ano — ou 10% de sua renda anual — devido à umidade e aos ratos que roíam as pilhas de cédulas armazenadas em galpões;
10 – Pablo Escobar construiu o seu próprio paraíso próximo a uma pequena cidade colombiana. Além de uma enorme mansão, a propriedade — que contava com mais de 20 quilômetros quadrados — possuía um zoológico, que abrigava hipopótamos, girafas e elefantes, e uma praça de touros;
11 – Em uma ocasião, quando o narcotraficante estava escondido com a família em uma região montanhosa nos arredores de Medellín, ele queimou US$ 2 milhões para manter a sua filha aquecida;
12 – Adepto da estratégia “plata o plomo” — “dinheiro ou chumbo”, em tradução livre —, Pablo empregava essa artimanha para subornar políticos, membros do governo, juízes, policiais etc., e quem não aceitasse a propina era executado;
13  Estima-se que o narcotraficante tenha sido o responsável pela morte de mais de 4 mil pessoas ao longo de 20 anos de carreira — incluindo mais de um candidato à presidência da Colômbia, mais de 200 juízes, milhares de policiais, um ex-ministro da Justiça e dezenas de jornalistas;
14 – Pablo Escobar contava com uma frota de pelo menos 15 aviões — incluindo um jatinho particular da Learjet — e 6 helicópteros a seu serviço;
15 – Escobar ficou conhecido como um dos mais impiedosos, brutais, violentos, ambiciosos e poderosos traficantes de todos os tempos;
16 – Por outro lado, apesar de todo o sangue que ele tinha nas mãos, Pablo também ficou conhecido por seu — acredite! — paternalismo e sua filantropia.  Isso porque, ao mesmo tempo que ele eliminava seus concorrentes sem piedade, conspirava contra figuras do governo e da política, ordenava assassinatos e estimulava intrigas, o traficante dava de comer a mendigos, construía casas para os pobres e campos de futebol para as crianças dos subúrbios;
17 – As ações “humanitárias” de Escobar renderam a ele um forte apoio das comunidades mais pobres da Colômbia, mas a coisa começou a mudar no início dos anos 90, quando o cerco ao narcotraficante passou a se fechar. Nessa época, ele prometeu desistir das atividades criminosas em troca de influência política, mas sua campanha sangrenta acabou com sua aceitação popular, provocou o rompimento da aliança de narcotraficantes e, finalmente, sua prisão;
18 – Embora Escobar tenha sido morto durante um confronto com a polícia colombiana em 1993, após escapar da cárcere e passar vários meses fugindo, existe a possibilidade de que ele tenha cometido suicídio. Isso porque, apesar de ter sido atingido por mais de um tiro, Pablo faleceu de um ferimento à bala acima de uma das orelhas — justamente no local contra o qual ele revelou a seu irmão que puxaria o gatilho caso fosse emboscado pelas autoridades. Uma foto dos membros do Comando Conjunto de Operações  Especiais junto ao corpo do traficante ficou famosa ao contradizer esta teoria, afirmando que eles o capturaram.
Fonte: MegaCurioso

0 comentários:

Postar um comentário