04/01/2017

Bunker da época da Guerra Fria é descoberto depois de quase 30 anos

Resultado de imagem para Bunker da época da Guerra Fria é

Iagine que interessante poder abrir uma porta e, imediatamente, ser transportado para o passado! Pois deve ter sido essa a impressão que as primeiras pessoas que se aventuraram a entrar em um bunker da época da Guerra Fria — que permaneceu fechado por quase 30 anos — tiveram. Veja:

O abrigo continua assim, repleto de objetos da época

De acordo com Emma Glanfield, do portal The Sun, o abrigo foi construído nos arredores de Suffolk, uma cidade no interior da Inglaterra, em 1958, quando as tensões com a (então) União Soviética estavam caminhando para o seu ápice. O local permaneceu ocupado por voluntários da Royal Observer Corps — uma organização de defesa que pertencia à Real Força Aérea Britânica — até 1991.
Publicidade

Congelado no tempo
Os voluntários que ocuparam o bunker — que permaneceu em atividade por mais de três décadas — tinham como missão monitorar o espaço aéreo em busca de sinais de possíveis ataques nucleares. No entanto, com a queda do Muro de Berlim, em 1989, e o fim da Guerra Fria, o abrigo acabou sendo abandonado em 1991 e, desde então, permaneceu praticamente intocado por 27 anos. Veja a seguir a entrada do bunker:

Você imaginaria que essas estruturas dão acesso a um bunker da época da Guerra Fria?

Como você viu, o acesso ao abrigo é feito através de uma discreta estrutura de concreto com uma portinhola de metal enferrujado. Essa porta dá para uma escada vertical e, 14 metros abaixo da superfície, ficam as dependências do bunker. Nelas, é possível encontrar instruções nas paredes, informando aos voluntários como eles deveriam realizar os monitoramentos e também como proceder em caso de um ataque nuclear. Confira a escadinha de acesso:

Escada de acesso ao abrigo

Espalhados pelo local também existem uma série de mapas, recortes de jornal, ferramentas, documentos, utensílios domésticos e itens de mobiliário. Coisas mundanas, como rolos e mais rolos de papel higiênico e produtos de primeiros socorros também se encontram por ali. Segundo alguns aventureiros que estiveram no bunker, a sensação de claustrofobia é constante no abrigo, bem como a de que o tempo parou completamente naquele lugar.
De acordo com Thomas Burrows, do portal Daily Mail, um total de 1.563 bunkers foram construídos por todo o Reino Unido durante a Guerra Fria para o caso de que um conflito nuclear eclodisse entre a União Soviética e os EUA. Os abrigos ficavam a uma distância de perto de 25 quilômetros um do outro, e eram ocupados por voluntários encarregados e monitorar uma variedade de situações. Confira uma seleção de imagens do local:

1 – A entrada, vista de outro ângulo


2 – Mesa de trabalho

3 – Instruções para execução de atividades

4 – Mais documentos

5 – Antiga cadeira de lona

6 – Tanques de combustível

7 – Ferramentas


8 – Mais instruções

9 – Kit de primeiros socorros

10 – Garrafa térmica

11 – Rolos e mais rolos de papel higiênico

12 – Chaleira

13 – Produto de limpeza

14 – Recorte de jornal

Fonte: Mega Curioso


0 comentários:

Postar um comentário